• Com chegada incrível, Carol Santiago bate russa por um centésimo e é ouro
  • Iniciado por G
0 Membros e 3 Visitantes estão a ver este tópico.
  • Guilherme


Ao receber o toque para ser avisada de que estava próxima do final dos 50m livre S12, para deficientes visuais, Maria Carolina Santiago ainda brigava a cada metro com a russa Anna Krivshina pelo ouro. Foi na batida, com um centésimo de diferença para a adversária, que a brasileira garantiu o ouro no Mundial de Natação Paralímpica, em Londres, com 27s41. Nesta quarta-feira, o Brasil ainda subiu ao pódio com Débora Carneiro, bronze nos 100m peito classe SB14.

Foi a terceira medalha de ouro do Brasil em Londres - antes, Daniel Dias e Wendell Pereira haviam subido ao lugar mais alto do pódio. Na mesma prova, Lucilene Sousa foi a oitava colocada, com 28s88. Carol, como é conhecida a nadadora, largou atrás de Anna Krivshina, mas conseguiu se recuperar na chegada para garantir o ouro. Contou com a ajuda de Marcus Espírito Santo, o "tapper", responsável por orientar a nadadora perto da chegada. Ela, que já havia sido prata nos 100m peito, festejou a conquista em seu primeiro Mundial.

- Eu não consigo enxergar as minhas adversárias, mas sabia que tinha de nada a 100%. Tinha que forçar, foi um centésimo, foi o que diferenciou. Estou muito feliz. Ainda não digeri. A emoção de star na final do Mundial é indescritível. Saber que estou ali, finalista, me deixa muito orgulhosa. Ganhar a prova mais ainda – disse.

https://globoesporte.globo.com/paralimpiadas/noticia/com-chegada-incrivel-carol-santiago-bate-russa-por-um-centesimo-e-leva-ouro-no-mundial.ghtml