• Filho de Donald Cerrone dá show de fofura e acompanha o pai na pesagem oficial
  • Iniciado por G
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
  • Guilherme




O principal personagem da pesagem oficial do UFC Vancouver, realizada nesta sexta-feira, no Canadá, não estava no card do evento. Medindo cerca de 80cm de altura, pesando aproximadamente 8kg e com 1 ano e dois meses de idade, DACson Danger Cerrone - filho do veterano Donald Cerrone - roubou a cena. Entrando de mãos dadas com o pai, ele ajudou o recordista de vitórias, lutas, premiações e paralisações do UFC segurando seu boné, e depois foi para o colo do pai na balança para tirar as fotos protocolares. Cerrone inovou - e se auto-homenageou - na escolha do nome do filho. "DAC" são as iniciais de "Donald Anthony Cerrone", nome completo do lutador, e "son" é a palavra em inglês para "filho".

A pesagem decorreu quase sem nenhum problema, com todos os lutadores batendo o peso tranquilamente - a exceção foi o brasileiro Michel Pereira, o "Paraense Voador", que anotou 78kg - 0,454kg acima do limite da categoria peso-meio-médio -, sendo multado em 20% da sua bolsa. A luta contra Tristan Connelly, no entanto, está mantida na programação.

Logo na abertura da janela de de duas horas para tomada de peso, 18 atletas passaram pela balança, entre eles o próprio Cerrone e dois dos três brasileiros escalados para o torneio: Antônio Cara de Sapato e Augusto Sakai. O segundo grupo, de apenas seis atletas, foi puxado pelo havaiano Louis Smolka, seguido por Marcin Tybura e Justin Gaethje.

Faltando uma hora para o fim da janela de pesagem, apenas Michel Pereira, Todd Duffee e Chas Skelly ainda não haviam passado pela balança. Faltando 22 minutos para o fim do período de tomada de peso, o peso-pesado Todd Duffee se pesou e mostrou não estar familiarizado com o novo formato de pesagem. Ele primeiro foi se pesar de agasalho, sendo informado pelo comissário de que deveria retirar a blusa, o casaco e o tênis. Michel Pereira foi o penúltimo lutador a subir na balança, a dez minutos do fim do período permitido. Após não bater o peso e descer da balança, o brasileiro foi avaliado pelos médicos, que concluíram que ele não poderia continuar o corte de peso por mais uma hora, o que seria permitido pelas regras da Comissão Atlética de British Columbia.

https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/filho-de-donald-cerrone-da-show-de-fofura-e-acompanha-o-pai-na-pesagem-oficial-do-ufc-vancouver.ghtml